O sol e suas cores

Atualizado: 15 de fev.


Estou distante de você, mas ainda com o corpo quente do seu toque. Tenho a plena convicção de que não é dessa vida que te conheço, o nosso olhar me conta isso desde a primeira vez em que nos vimos, inclusive, a paz vem sempre com a lembrança da nossa troca. E eu quero te ver de novo. Ainda que eu sinta já te conhecer, quero aprender mais sobre você. Mesmo que eu já te admire e admire a forma como você ama, como você vê a vida, como trata bem as pessoas, como sente, ri alto, como seus olhos brilham, como você consegue mudar o meu humor pra melhor em segundos... ainda assim eu quero te viver mais! Você provoca isso em mim.

Cada quilômetro longe faz surgir uma inimizade com as palavras aqui dentro, o sentimento vai calando as escritas, mas eu insisto em te traduzir. Espero que se algum dia esse texto chegar até você, que você consiga compreender.

Nosso encontro me fez ver que ainda existe amor, sensibilidade, que ainda há silêncios confortáveis, escuta ativa e por falar em escuta, como eu amo te escutar! Quando você abre a boca, eu paro, tudo para e eu escolho estar ali por inteira. É uma honra te assistir viver!

Enquanto as palavras vão acabando e o sentimento aumentando, quero contar que é primavera. Eu te reconheci na primavera, a estação do nascimento, das flores, dos dias mais longos e quentes. A estação onde as abelhas e as borboletas visitam as flores em busca de néctar. Será coincidência termos nos reencontrado agora? No ponto de equilíbrio do tempo?

Ah, o tempo... Respeitamos ele tão bem que me parece não haver dúvidas do porquê ser eu e você, agora. E talvez esse seja o segredo da vida, se encontrar enquanto o outro também se encontra e aí quando completos, transbordar no reencontro. Não sei, isso parece fazer sentido agora.

A viagem está chegando ao fim, mas sinto que a nossa história acaba de começar. Sou grata pelo seu espaço, por ter me cedido o seu tempo e a sua atenção. Grata pelo cuidado.

Ame muito quem e o que aparecer no teu caminho, seja sempre - e o máximo possível - você. Lembra de se olhar, se questionar muito e de se cuidar. Faça o seu caminho e as suas escolhas, encontre a sua verdade. Estarei te assistindo com alegria por te ver feliz, e mal posso esperar para te ver de novo e viver tudo isso com você!

Despedidas com prazo de validade, gostaria que todas fossem assim.

Com amor,

Kauany Bonnett.