Florear


Me invade a estação das flores.

Gosto de lembrar do amarelo que gira, do branco das orquídeas e da transformação dos leões que são difíceis de encontrar.


Olho para dentro e não há mais ninguém além de mim. Me assisto então, colorir as paredes, encher os vasos de terra e semear as novas plantas, frutos e flores.

Assisto o meu descanso e paciência ao refazer cada reparo. Sem móveis por enquanto, tirei todos.


Agora me vejo organizar a raiz do meu lar, as rachaduras causadas por outros e por mim.

Me assisto em estações, atualmente, nas flores.


Com gratidão,

Kau Bonnett.