Te deixo longe


Desculpa não dizer que eu te amo, estava concentrando minha mente em um plano para trazer você pra perto. Estava tentando expressar as palavras da alma, mostrar os detalhes nas atitudes e confortar-te com um abraço. Procurava manter o silêncio no olhar enquanto flertava com a tua boca. Estava tentando entender esse amor que decifra até as minhas pintas. Essa carência que se enrola no lençol enquanto a hora passa, aproveitando me enrola nos seus cabelos e no abraço casa.

Faltou o "eu te amo" porque você discutindo e rindo, me prendeu a atenção. O seu pedido de desculpas me ocupou a boca. E quando eu ia dizer algo, saímos por aí para fazer o bem. Saímos para viver a intensidade da vida e viajar sem destino. E quando eu finalmente ia dizer algo, você apareceu de surpresa, me surpreendendo com um beijo.

O meu dia no trabalho foi difícil, não pude dizer o quanto te amava, mas você disse que tudo iria ficar bem, e do seu jeito, demonstrou amor. Você foi amor em todos os detalhes, nos mais pequenos, apenas para me ver sorrir. E quando te levei até a saída, quando o elevador estava fechando, eu disse "eu te amo!".

De todas as formas que minha alma escolheu te demostrar amor, essa foi a última.


Te deixo longe, enquanto te desejo perto. 


Com gratidão,

Kau Bonnett. 

"Vá fundo dentro de si mesmo, pois há uma fonte de benevolência preparada para fluir se você continuar."

- Marco Aurélio