Organiza a tua casa


Quantas vezes teremos que arrumar a casa?

Quantas vezes ainda, teremos que comprar café?

Quando vai chegar a hora de finalmente preparar a vida?

E sobre as despedidas sem fim, alguém pode me dizer quando isso termina?

É, ninguém sabe e ninguém pode ajudar. E nessa de não sabermos vamos tentando sempre manter a casa em ordem, arrumada, manter o café quente e o canto confortável. Nessa de nunca saber o que fazer, vamos desapegando de algumas coisas na casa e nos adaptando às novas. E quando falo de desapego não falo de abandono, falo de encontrar o preenchimento dentro de nós mesmos, da nossa casa e cessar, falo de parar de nos apegar-mos em coisas só por medo, sofrimento e carência. O medo nada têm a ver com o amor.

Tenho aprendido muito todas as vezes que preciso parar para organizar a casa. Percebi que não tenho que estar presa para isso, não tenho que fugir daqui ou viajar para me encontrar, não tem sentido isso, porque assim que eu pisar de volta no mundo, aqui estarão os meus apegos. E entendi que não é a presença ou a ausência das coisas na minha vida que importa, mas sim o quanto eu estou apegada a elas ou não. E depois de pouco aprender, aprendi que é organizando a casa que encontramos novos meios de otimizá-la. É organizando a casa que aprendemos onde cada móvel ficará melhor. 


Organiza a tua casa para só então receber visitas. 


Com Gratidão,

Kau Bonnett.

"Vá fundo dentro de si mesmo, pois há uma fonte de benevolência preparada para fluir se você continuar."

- Marco Aurélio