Kau Bonnett,

Com Gratidão

e com a alma.

LIVRE, SELVAGEM E IMPAGÁVEL

  • dezembro 21, 2018
  • by

   A primeira música que ela me mostrou eu quis absorver a letra inteira, apenas para cantar olhando pra ela e misturar os nossos tons e sorrisos, cantando bem alto. No instante em que o meu olhar cruzou com o dela, eu desejei ler aquelas entrelinhas. 
   Ela foi mistério no primeiro instante e continua sendo em partes. E, eu não quero saber tudo sobre ela, mas eu quero conhece-la. Desejo saber qual a sua comida favorita hoje e apresentar a ela uma comida diferente amanhã, algo que ainda não conheça. Vai ser bom saber qual é o conforto dela, qual o dia favorito e quantas vezes ela põe os pés no chão para se sentir em paz. 
  São palavras confusas né? Eu sei, ta me custando organizar tudo, mas é que eu sinto muito, longe e perto dela eu sinto muito! Quero cuida-la, sem pontuação correta, sem lugar programado, sem rótulos e muito menos horário. Com a maior calma do mundo, eu quero cuida-la. 
Igual dente-de-leão. 

Com gratidão,Kau Bonnett. 

Kauany Bonnett (1996). Nasceu em Santa Catarina e atualmente reside em São Paulo. Começou escrever com 14 anos de idade. É aficionada pelo comportamento humano e pelos ensinamentos da vida. Por isso, transforma os momentos vividos em palavras.

2 comentários:

  1. Fiquei com uma vontade tão grande de me apaixonar agora. Viva esse amor, o cultive, regue, alimente; também seja paciente, mas nunca deixe ficar na boca o gosto amargo de palavras não ditas, diga e sinta tudo, mesmo sendo muito, viva. Não esteja muito preocupada com o futuro, cultive o presente, até um dia quem sabe vir os frutos, quando menos esperar; o fruto importa muito, mas de nada vale o fruto se o cultivar foi preocupante e cheio de medo, então não tenha medo; não deixe que o passado te assombre, lhe mostrando o que poderia ter sido com outros amores e não foi, o passado deixa de ser valoroso quando vem para gerar dúvida e medo. Seja livre, a deixe ser livre, sejam livres juntas. O futuro é sempre incerto, pode ser que dure meses, anos e até décadas, ninguém sabe, mas hoje você sente, e como sente, sente tanto que o transbordar em seus versos faz com que nasça um desejo que estava completamente adormecido em alguém que tanto já amou, obrigada por isso. E lhe deixo um pedido, continue a transbordar esse sentimento; virá o medo, insegurança, o pensamento de que não é o suficiente, mas transborde até que tudo isso se cale, até que o medo rompa as barreiras e que nasça o fruto do amor, pois muito vale transbordar com alguém que tanto lhe quer bem.

    ResponderExcluir