Kau Bonnett,

Com Gratidão

e com a alma.

NÃO ME DÊ PRESSÃO

  • agosto 27, 2017
  • by



Ela me abraçou mais forte do que as outras vezes. Não havia motivo algum pra isso, mas ela fez questão. Era uma sexta-feira, cedo demais pra ela, mas ela se fez presente. Eu estava a caminho do trabalho e ela me encontrou. Como eu disse antes, ela não me deu motivos, simplesmente me abraçou e eu aceitei o abraço. Tudo pesou. Aos poucos as coisas foram ficando sem sentido algum e eu comecei abraça-la também. 
Sábado e ela ainda estava agarrada em mim. Foi um sábado difícil, ela até conseguiu fazer com que os meus olhos inchassem, ninguém percebeu, muito menos eu. Ela é discreta. Domingo ela me deixou na cama até as 14h. Foram 16 horas de sono se não me engano. Ela  me acordou e fomos para o banho juntas. No banho tudo se confunde, é o lugar perfeito para ela atuar. Sem palco, sem pressão, só a água se misturando com ela. Planejei fazer algumas coisas, mas ela me abraçou novamente, me deixou fraca e sem fome. Comi mesmo assim e a comida não me fez bem. Então ela me levou pra cama novamente. 
O que ela quer comigo dessa vez? Eu não sei. Ela sempre volta, mas nas antigas voltas eu não retribuía o abraço. Nas antigas voltas eu era mais forte. O que me fez aceita-la e por qual motivo eu estou aceitando? Será por pressão? 

Me dê amor. 

Com gratidão,
Kau Bonnett. 

Kauany Bonnett (1996). Nasceu em Santa Catarina e atualmente reside em São Paulo. Começou escrever com 14 anos de idade. É aficionada pelo comportamento humano e pelos ensinamentos da vida. Por isso, transforma os momentos vividos em palavras.

3 comentários:

  1. Consigo sentir suas palavras e imaginar cenas reais do que você descreve.

    ResponderExcluir
  2. A cada linha eu queria mais uma linha, fiquei triste quando acabou... preciso do seu livro urgente!

    ResponderExcluir