Kau Bonnett,

Com Gratidão

e com a alma.

ENQUANTO EU VIVO

  • junho 05, 2016
  • by



Quando te olho nos olhos sinto o tudo que o teu olhar vê, não aqui, agora, mas lá na tua casa. Enquanto olha nos meus olhos e se distrai, deixa eu te dizer algumas coisas enquanto minha boca não consigo abrir... O mundo lá fora está virado. Imagino - através do teu olhar - que o teu mundo não esteja muito longe da realidade la fora, mas preciso te contar que ainda há muita esperança. E se você não souber ainda o que é esperança, não tem problema pequena, continue olhando nos meus olhos de tempo em tempo e quando for a hora, eu te explicarei. Por hoje, deixa eu te dar o riso, te dar a alegria de ouvir o som da tua própria risada. Sei que isso não é tudo, sei que precisa de muito mais, mas por hoje te dou o que sou e o que tenho. Por hoje meu ser esta com você, e eu te agradeço por acrescenta-lo com esse teu simples e profundo olhar. Não te esqueço e espero que agora, em seu lar, possa estar lembrando do dia de hoje.
Não pode ler isso, mas espero que tenha sentido tudo o que aqui falei, pois era o que eu queria ter dito a você, enquanto por minutos, trocamos nossos olhares.

Conto. Enquanto aprendo, ensino. 


Com Gratidão,
Kau Bonnett. 


Kauany Bonnett (1996). Nasceu em Santa Catarina e atualmente reside em São Paulo. Começou escrever com 14 anos de idade. É aficionada pelo comportamento humano e pelos ensinamentos da vida. Por isso, transforma os momentos vividos em palavras.

0 comentários:

Postar um comentário