Kau Bonnett,

Com Gratidão

e com a alma.

FAÇA MAIS

  • junho 25, 2016
  • by


   Custa sentir? Custa pegar na mão, olhar nos olhos e sorrir? Custa tanto assim sentir o lado bom das coisas, das pequenas coisas? Não, não custa nada. Você não vai perder um braço por se importar com uma pessoa, por mostrar que ela é importante para você. 
Você não perderá nada por dizer palavras que você sente para alguém que você sente muito mais. Pelo contrário, você só ganhará com isso, ganhará todo o aprendizado que precisa e aprenderá muito mais. 

 Eu tenho escutado de muitas pessoas a seguinte frase: “Ninguém é feliz sozinho”. Sim, essas pessoas de alguma forma estavam/estão certas. Eu posso estar feliz agora, com meus amigos, minha família, com os prazeres que a vida proporciona, mas para mim (pelo menos para mim) não amar alguém é estar de certa forma sozinho e estar sozinho em relação ao amor, é se tornar uma pessoa fria, dura e criar uma "casca" para o mundo. Sentir-se vazio de amor é o pior de todos os sentimentos (considerado o melhor para alguns). Não tenha medo de se doar e de quebrar a cara. 
   E sobre o meu maior medo… Esse é o meu maior medo, perder o amor pelas coisas simples, pelas coisas humanas, perder o amor que tanto me foi dado. Vejo tantas pessoas por ai tomando cuidado pra não errar, pra não se apaixonar, pra não amar, mal sabem elas o que estão perdendo. Mal sabem elas que a pessoa que vem é a pessoa certa, porque ninguém entra em nossas vidas por acaso, porque todas as pessoas ao nosso redor, interagindo com a gente, têm algo para nos fazer aprender e avançar em cada situação. Mal sabem elas que tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. E nunca saberão se não se deixarem levar pelo bem que faz o amor. 
 Parem de sofrer, apenas sintam o amor, e se já sentem, então sintam a gratidão por ele. Pois pior do que não amar, é sentir-se vazio.  
   
   Manda aquela mensagem, faz aquela ligação, mostra que se importa e que quer o bem. Se você não sentir o mesmo de volta não tem problema, agir com o coração é isso, é dar tudo de si sem esperar nada em troca. Até porque você já sabe que tudo o que vai, um dia volta. Mas não espere por isso, apenas faça!                                       
 Por alguém, e assim estará fazendo por você. 



Com Gratidão,
Kau Bonnett. 

Kauany Bonnett (1996). Nasceu em Santa Catarina e atualmente reside em São Paulo. Começou escrever com 14 anos de idade. É aficionada pelo comportamento humano e pelos ensinamentos da vida. Por isso, transforma os momentos vividos em palavras.

0 comentários:

Postar um comentário